Comandante da 1a Divisão do Exército propõe ações emergenciais no CCS em Realengo

O comandante da Primeira Divisão do Exército na Vila Militar, General Antônio Manuel de Barros, participou da reunião ordinária mensal do Conselho Comunitário de Segurança da AISP14, na manhã desta quinta-feira (26-04), no Espaço Cultural Viaduto de Realengo, onde falou para autoridades de segurança local – delegados da 33 e 34 DPs e comandantes do 14 e 41 Batalhões da PM -, autoridades públicas – Administrador Regional, funcionários públicos e lideranças comunitárias, políticos e comunidade em geral.
Em um breve discurso onde apresentou um resumo histórico de sua carreira, o General Barros anunciou a realização da “Operação Cinturão” na região da Vila Militar e Adjacências, nos dias 1 e 2 de maio. A ação emergencial que consiste em aumentar a sensação de segurança e fortalecer à presença do estado, contará com policiamento ostensivo e forte presença da prefeitura. Segundo o general já existem outras datas para o desdobramento da operação e os resultados aparecerão a médio prazo.
As autoridades locais receberam a notícia com entusiasmo e já tem reunião marcada com o Chefe de Polícia da Primeira Divisão do Exército Coronel Sylvano, para continuar o planejamento das ações. “Nesse primeiro momento estamos tomando a iniciativa, porém, são os senhores, autoridades locais, que definirão que ações realizar, em que áreas, nós só entraremos na operacionalização das ações”, explicou o general Barros.

A delegada titular da 33 Delegacia de Polícia, Dra. Marcia Cristina falou da importância da união de forças entre interventores e agentes de segurança pública regional e se colocou à disposição das ações emergenciais.

 

O delegado titular da 34 Delegacia de Polícia em Bangu Paulo Henrique cobrou maior presença da comunidade. ” Vamos considerar o apoio da Primeira DE, vamos conversar, venha nos visitar”, convidou o delegado.

 

O administrador da 33 Administração Regional em Realengo Wagner Castellani, também elogiou a iniciativa do general Barros e disse estar preparado para a missão.

Comentários

comentários