Campo Grande A.C perde nos pênaltis e adia o sonho de voltar à elite

O Itaboraí Profute venceu o Campo Grande por 2 a 1, devolvendo o placar do jogo de ida, em partida realizada no estádio Giulite Coutinho, na Rua Cosmorama, 200 – Mesquita – Édson Passos – , na tarde deste domingo (30/09). Um público de quase 500 pessoas assistiram Lelê e Digred fazer os gols do Itaboraí/Profute, e Gean descontar para o Campusca; e proporcionaram uma renda de R$ 7.500,00.
Com o placar de igualdade nas duas partidas, a decisão da vaga foi para a disputa de penalidades máximas. Melhor para o Itaboraí Profute: 5 a 3.
A partida teve um bom nível técnico. A equipe do Itaboraí marcou logo aos 4 minutos de jogo e atrapalhou a estratégia de jogo montada pelo Técnico Vilson Porto do Campo Grande. Aos 28 minutos o Campo Grande chegou ao empate, placar do primeiro tempo. Na volta, com o resultado favorável, Vilson Porto não demorou para botar o regulamento debaixo do braço: sacou seus dois homens de frente e reforçou o meio de campo. A estratégia não deu certo. O Itaboraí pulou na frente aos 32 minutos e não quis mais saber de jogo. Seis cartões amarelos mostravam a disposição de levar a decisão para os pênaltis, o que acabou acontecendo. Resultado final 5×3 favorável ao Itaboraí que disputará o título de campeão contra o Mageense que despachou o Canto do Rio por 3×0.

O Campo Grande Atlético Clube jogou e perdeu com: Mateus Oliveira, Cássio (Fábio), Hugo Oliveira,  Paulo Roberto, Cristiano e Renan. Vitor, Marlon (Yan) e Gean. Jefferson (Hugo) e Jorge Alan.

 

 

 

 

Comentários

comentários