Coluna JK – Cartas

Respeito ao consumidor
Não sou daqueles que acham que vão resolver os problemas do mundo, por isso não vou citar nomes, porém, chamo à atenção dos empresários da gastronomia da região para as diversas ações do Procon Estadual flagrando-os com bebidas e alimentos impróprios para o consumo e instalações precárias que colocam em risco nossas vidas. Nossas churrascarias são as mais fiscalizadas. Problemas com instalações, equipamentos inoperantes e falta de certificado do Corpo de Bombeiros são comuns. Senhores, pagamos caro e gostaríamos de respeito. Se os órgãos fiscalizadores se limitam a apontar as falhas sem multar, a única saída é processa-los. Na próxima oportunidade vou acusar as duas partes.

Carlos Alberto – Jardim Bangu

Cadê o BRT?

A volta do sistema BRT no trajeto entre Santa Cruz e Campo Grande caiu no esquecimento. A secretaria de transportes prometeu resolver o problema a curto prazo mas só sabe dizer que está fazendo o levantamento dos materiais e equipamentos necessários para a recuperação das estações que foram depredadas. Estou descrente e acho que o sistema não voltará a operar mais. Os ônibus que foram colocados não são suficientes e embarcar no horário do rush e muito difícil. Para nós mulheres fica pior ainda, só conseguimos viajar em pé. Os motoristas também não colaboram e não respeitam a lei que obriga a parar fora do ponto após as 22hs.

Laura Silva – Inhoaiba

Light golpista

A Light continua roubando os consumidores ao não explicar aumentos repentinos nas contas de luz. Mesmo com o histórico do meu consumo descrito nas contas mostrando meu consumo médio, ela não reconhece o erro, além de me ameaçar com avisos de corte. Tenho certeza que não consumi o que ela está me cobrando. Só me resta ir à justiça processar, mas sou idosa e não tenho mais habilidade para isso. Dependo que as autoridades fiscalizem essas empresas desonestas e as multem. Outros consumidores têm o mesmo problema e também não tem solução. Como os valores não são tão grandes nós acabamos por desistir da cobrança. Isometria golpe.
Lia – Campo Grande

Lona Cultural de Santa Cruz promove aulas gratuitas de balé

A Lona Cultural Sandra de Sá, localizada na Rua 12, quadra 19, Guandu 1, em Santa Cruz, promove aulas gratuitas de Balé para crianças a partir de seis anos, toda quinta-feira, às 17h.

As inscrições são feitas no local. Para mais informações, ligue para 3365-6039 ou 3395-1630.

Ensino gratuito de Capoeira com Mestre Cabeleira na Arena de Pedra de Guaratiba

Com ensino gratuito de Mestre Cabeleira, às segundas e quartas-feiras, quem tem mais de 10 anos pode aprender Capoeira na Arena Carioca Abelardo Barbosa – Cacrinha, em Pedra de Guaratiba.

A aula começa às 19h, na rua Soldade Elizei Hipólito, esquina da Avenida Litorânea. Informações e inscrições no local e pelo telefone 3404-7980.

Curso sobre reparos do lar para mulheres em Realengo

A Cada da Mulher Carioca em Realengo, na Rua Limites, 1349, oferece um dos cursos mais procurados pelas mulheres nas Casas da Mulher Carioca, da Prefeitura do Rio: o que ensina a fazer reparos no lar. Problemas elétricos e hidráulicos, consertos de eletrodomésticos, entre outras tarefas, que são realizadas com mais frequência pelos homens, são os temas das aulas. Raquel Reis é quem ministra as aulas e conta que tudo o que aprendeu foi com o pai.

“Ele me falava: filha, esse mundo é dos homens e você vai ter que aprender a se virar sozinha pra não depender de ninguém”, afirma.

Raquel afirma ainda que seu curso está fazendo tanto sucesso que já tem até mesmo homens interessados em fazer as aulas. Ela, inclusive, conta histórias divertidas sobre como os surpreende com seu conhecimento de consertos em geral:

“Um dia meu carro parou por super aquecimento e quando parei no meio da rua pra ver o problema, com o capô aberto, apareceram logo vários homens se oferecendo pra consertar, em troca de algum troco, é claro. Mas despachei todos dizendo que o problema era na válvula eletroestática do reservatório. Só essa informação foi suficiente pra despachar todo mundo”.

O curso de reparos do lar é oferecido nas Casas da Mulher Carioca Dinah Coutinho, em Realengo, duas vezes por semana. As inscrições podem ser feitas no local. As turmas são limitadas a 15 alunas para que todas possam ter condições de acompanhar de perto os consertos.

Dois gaúchos passeando a cavalo:

Mas tche, onde tu conseguiste este cavalo?

– Ontem, estava eu passando pela roça, quando uma moça desceu e amarrou o cavalo na cerca, tirou toda a roupa, até mesmo a calcinha, e me disse:
– Vem pegar o que tu queres…
– Daí peguei o cavalo !
– Fizeste bem tche, vai que a calcinha não te serve!

Comentários

comentários